Central Park: uma paisagem natural-construída

16 de Novembro de 2017
Bruno Luis de Carvalho da Costa

Central Park, o primeiro grande espaço público ajardinado nos Estados Unidos da América, foi criado na década de 1850 como um antídoto para a inquietude social, em grande parte como resultado da primeira onda de imigração do país, e uma grave crise de saúde pública, causada por condições ambientais prejudiciais. Os defensores da criação do parque – principalmente os comerciantes ricos e latifundiários – argumentavam que o parque iria oferecer para suas próprias famílias um ambiente atraente para passeios de carruagem e, para a classe operária nova-iorquina, uma alternativa saudável para o bar. Após três anos de debate sobre a localização do parque e de custos, em 1853 o legislativo estadual autorizou a cidade de Nova York para usar o “poder do domínio eminente” para adquirir mais de 7 milhões de m2 (700 hectares) de terra no centro de Manhattan.

Em 1858, Frederick Law Olmsted e Calvert Vaux (arquitetos paisagistas), venceram o concurso de projeto para o Central Park, em um terreno irregular de pântanos e blefes, pontuado por afloramentos rochosos, entre a quinta e oitava avenidas e pelas ruas 59 e 106. Para criar o parque, no entanto, seria necessário deslocar cerca de 1.600 moradores pobres, incluindo os produtores de suínos irlandeses e jardineiros alemães, que viviam em barracos no local. Na oitava avenida e na Rua 82, o bairro Seneca tinha sido um dos mais estáveis assentamentos afro-americanas da cidade, com três igrejas e uma escola. A extensão dos limites até a 110th Street , em 1863, definiu os limites do parque para seus atuais 8,43milhões m2 (843 hectares).

O Parque possui diversos atrativos, como pontes e arcadas, fontes, monumentos, esculturas, playgrounds e áreas de recreação e alimentação.

Em 1980 foi criado o Central Park Conservancy, uma organização privada, sem fins lucrativos com o objetivo de administrar o Parque. Atualmente o Central Park necessita de investimentos na ordem de US$ 58,3 milhões. Com 40 milhões de visitas por ano aos seus 8,43milhões m2, o Central Park é o parque urbano mais visitado nos Estados Unidos.

Compartilhe

Métopa Arquitetura e Planejamento

Rua Conde de Bonfim, 211 - sala 813
Tijuca - Rio de Janeiro/RJ - Brasil
Tel.: +55 (21) 2254-4842
2019 ® Todos os direitos reservados